Pianistas encerram segunda noite de espetáculos do Canto da Primavera 2016

Lucas Cássio

A segunda noite de apresentações do Canto da Primavera 2016, em Pirenópolis (GO), contou com cinco espetáculos musicais. Os shows, que foram realizados no Cine dos Pireneus e no Teatro Sebastião Pompeu de Pina, reuniram grandes nomes da música goiana, como o Impact(o) Grupo de Percussão Duo Martins Botelho e o Quarteto Guerra-Peixe de Goiás. Os pianistas Diones Correntino e Otávio Soares Brandão encerraram as apresentações com dois espetáculos distintos que ficaram marcados pelo repertório rico e pela forma inovadora de interpretar a música.

20161021_canto2016_0017-2

Diones Correntino, que reúne diferentes experiências musicais e atua como pianista, compositor e arranjador, levou para sua apresentação canções do projeto que lançou em 2015, o disco Diones Correntino Quarteto-Som Mestiço. O público também conferiu releituras de músicas de Villa lobos e Antônio Carlos Jobim.

20161021_canto2016_0010-2

Para encerrar a noite com chave de ouro foi a vez de Otávio Soares Brandão subir ao palco e mostrar porque é conhecido pela forma inovadora de tocar piano. O músico, que é reconhecido internacionalmente pelo prêmio Qwartz, que recebeu em Paris, na França, deixou a planteia impressionada com uma apresentação que teve influência nos sons do que seria uma percussão.

20161021_canto2016_0101

“Eu entendo a música como uma coisa aberta. Minhas leituras das partituras são modernas e por isso o resultado sonora delas sempre vai ser diferente”, explicou Otávio, que fez uma apresentação onde os dedos pareciam dançar sobre o instrumento.

20161021_canto2016_0095


Compartilhe!