Música goiana ganha destaque em apresentações da última noite do Canto 2016

Lucas Cássio

Para encerrar a última noite de apresentações do Canto 2016, no Cine Pireneus e no Teatro Sebastião Pompeu de Pina, os goianos Gilberto Correia, Ricardo de Pina Quinteto e Amauri Garcia subiram ao palco e fecharam com chave de outro a 17ª edição do festival. Os espetáculos deste domingo (30/10) foram marcados pelo regionalismo em uma bela homenagem à música goiana. O violonista e compositor Gilberto Correia foi a primeira atração do domingo.

A apresentação, que ocorreu no Teatro Sebastião Pompeu de Pina, fez um passeio pela música goiana, com canções da turnê do disco Do Amor e Da Liberdade. O show também contou com canções de parceiros como Du Oliveira, Carlos Brandão, Nilton Rabello e Valter Mustafé. Na formação de quinteto, a segunda apresentação da noite foi do baterista Ricardo de Pina. Conhecido do público da cidade por ser um músico local, mas com referências de vários artistas do cenários regional e nacional, Ricardo mostrou interpretações de grandes compositores como Tom Jobim, Edu Lobo, Milton Nascimento, Yellowjackets, além de composições autorais.

Para ele, poder participar da noite de encerramento do festival foi uma honra. “O Canto 2016 está impecável”, disse ao fazer um espetáculo que teve sintonia total entre os instrumentos. Para encerrar as apresentações do Canto 2016 no Teatro Sebastião Pompeu de Pina, a música goiana ganhou destaque e o coração da plateia. Em um espetáculo cheio de emoção, o cantor e compositor Amauri Garcia mostrou o show de seu disco homônimo, de músicas autorais e inéditas como Estilhaço, Por Inteiro e Jeito Goiano. A apresentação teve participação especial do parceiro Luiz Augusto.

As apresentações continuaram no palco principal do festival. O goiano Fred Valle, a banda Os Desumanos e Morais Moreira e Davi Moraes fecharam a 17ª edição do Canto da Primavera.


Compartilhe!